quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Inclusão dos PNEE's e a informática educativa


Uma de minhas angústias durante os cursos que ministro pelo NTE é a dificuldade que os educadores sentem em incluir os Portadores de Necessidades Especiais nos projetos de informática educativa.
Garimpando pela net, nos blogs da vida, nos sites e indicações de alguns amigos, achei no blog Futuro Professor o artigo escrito pelo Rafael, estudante do terceiro ano da graduação em Letras da Universidade de São Paulo - USP e membro da Associação dos Professores de Língua e Literatura (APLL/FFLCH/USP) desde 2006, sobre o Braille Virtual.

O sistema Braille é um código unversal de leitura tátil e de escrita usado por deficientes visuais. E uma das dificuldades dos deficientes visuais é que a maioria das pessoas à sua volta não conhecem este sistema.

Pensando em aproximar essas duas comunidades , que normalmente estão muito afastadas entre si, surge o Braille Virtual, um programa simples de aprendizado do método Braille dirigido àqueles que enxergam. O curso em Braille é gratuito e não oferece certificado. Neste caso, seu certificado sairá dos depoimentos de seus alunos, no dia-a-dia de sua prática pedagógica.

É uma excelente dica para quem não tem tempo de frequentar um curso presencial sobre o braille e uma ótima iniciativa na direção da inclusão dos deficientes visuais. Saiba mais sobre o programa acessando http://www.braillevirtual.fe.usp.br/pt/index.html

2 comentários:

  1. Bom dia, obrigado pela visita em nosso blog, e gostaria de contribuir para essa postagem indicando www.brincandoseaprende.com.br
    onde tem varias atividades para educação especial, inclusivel para LIBRAS, a nosso professora usa esses materiais para aulas para os alunos e professores de todas as escola da ilha, pelo programa do EPA e como aula semanal, e torna essa atividade bem dinâmica, vale apena conferir. E parabens pelo blog, falta colocar na lista do NTE Belem, para todos terem mais acesso.

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos muito a contribuição dos colegas de Outeiro. É essa teia de colaboração em prol da educação que a web nos proporciona e que não podemos deixar de tecê-la. Contem conosco também.

    ResponderExcluir